quinta-feira, 27 de maio de 2010

A opinião do leitor

Hoje, resolvi fazer algo que já devia ter feito antes: postar aqui a opinião de quem já leu e opiniou via Internet sobre meu livro Inspiração à Beira do Abismo. Na verdade, trata-se de resenhas que leitores postaram no site Skoob, que é algo como o Orkut dos livros e leitores. Abaixo, seguem os links para as duas páginas de resenhas e, claro, para a opinião do imortal Moacyr Scliar, imortal da Academia Brasileira de Letras.

http://jocirprandi.blogspot.com/2009/05/apresentacao-de-inspiracao-beira-do.html
http://www.skoob.com.br/livro/sobre/20175/resenhas:1# e http://www.skoob.com.br/livro/sobre/20175/resenhas:1/page:2

Terminei de ler o seu livro "Inspiração à beira do abismo".
Demorei, sim, mas é que além de outras leituras, por conta do meu trabalho, toda vez que eu lia um conto seu, me via obrigado a parar para enxugar os meus olhos que marejavam com as lágrimas da emoção. E olha, não estou só jogando confetes, foi isso mesmo que me aconteceu quando terminei de ler "Sarjeta". Que retrato você faz da dura vida dos marginalizados, e da amizade que há entre eles...
"As marcas de Helena" me fez lembrar as "minhas" mulheres, as minhas "primas Vera", os meus amores de adolescente.
"O passado em pauta" é simplesmente maravilhoso! Chorei outra vez...
Gostei muito do "Todas as dores do mundo" porque gosto de ler e de escrever poesias. Claro que os versos de H. Zimmer são bem melhores do que os meus.
Ao ler "Passarinho", fiquei extasiado... E me emocionei outra vez.
Li, duas vezes, o conto "Inspiração à beira do abismo". Não que eu não o tenha entendido na primeira leitura, muito ao contrário, porque sua linguagem é simples e direta, mas para tentar assimilar esta facilidade que você tem de passar ao leitor a sua mensagem.
Bom... Para terminar, gostei do livro como um todo. Como bem escreveu a Susete Bernardi, na primeira orelha dele: "Seus contos são excelentes, muito bons mesmo, a leitura distrai, prende, envolve, comove..."
Você me encantou com a sua forma de escrever. A leitura foi “emocionante e inspiradora”. E de quem escreveu "Águas revoltas", selecionado para a coletânea do 19.º Concurso de Contos Luiz Vilela, eu não poderia esperar outro desfecho.
Parabéns, Jocir Prandi, por esta obra-prima! E que você continue a escrever e a emocionar com seus contos.

Edson Angelo Muniz - escritor - MG

SIMPLESMENTE BRILHANTE!
EXCELENTE, UM CONTO MELHOR DO QUE O OUTRO. REPLETO DE SENTIMENTO E EMOÇÃO. UMA MARAVILHOSA EXPOSIÇÃO DA REALIDADE COMO ELA É. RECOMENDO A TODOS QUE AMAM A BOA LITERATURA...

Márson Alquati – escritor – RS

Um espelho da Alma!
Jocir Prandi brinda o leitor com uma visceral exposição de sentimentos nesta notável obra intitulada "Inspiração à Beira do Abismo", o abismo que todos nós criamos em nossos momentos de carência. Várias narrativas conduzidas de forma magistral que fazem o leitor imergir nas profundas reflexões dos personagens. 100% Recomendado!

Estevan Lutz – escritor – RS

Magnífica Inspiração!
Confesso que não sou muito fã de contos e por causa disso, quando um amigo me recomendou ler "Inspiração à beira do abismo" relutei. O livro ficou bons meses em minha fila de leituras até que o momento chegou e criei coragem, iniciando sua leitura. MARAVILHOSO!!! Realmente Jocir Prandi é tudo aquilo que meu amigo havia dito. Seus contos narram um cotidiano verídico, mas inspirador. Os personagens são muito bem desenvolvidos e o enredo coeso. É impossível não se envolver com as histórias e sofrer junto com seus personagens. Jocir conseguiu reforçar meu pouco apreço por contos, afinal, eles acabam muito rápido,pelo menos os de Jocir Prandi. A sensação de quero mais é angustiante. PARABÉNS JOCIR! RECOMENDADÍSSMO!!

J. Modesto – escritor - SP

Tem conto para todos os gostos. Gostei particularmente do "O passado em pauta". Maravilhoso!

Lily – site Skoob – SP

Os contos são bem diversificados, e o livro não pende pra um lado só, podendo agradar a vários leitores diferente.
Há monólogo, diálogo, narrador em primeira, em terceira, finais felizes, outros nem tanto. Recomeços, reconciliações, perdão, tristeza, solidão... Dramas humanos que presenciamos em nossos dias e que constroem o mundo em que vivemos.
Esse livro é para quebrar a idéia de que autores estreantes não são bons, como muitas editoras parecem pensar.

Clis Barcelos – escritora – RJ

Quando comecei a leitura desse belo livro de contos, o primeiro adjetivo que me veio à mente foi: delícia de livro! Fiquei encantada com o estilo da narrativa, com os temas abordados e, principalmente, com o domínio da língua portuguesa demonstrado pelo autor. Jocir Prandi revela-se, com essa sua primeira obra, um escritor que desponta na literatura brasileira esbanjando talento.

Eleonora – site Skoob – RS

Gostei principalmente de "Passado em Pauta", "Canção para Luzia" e "Passarinho". Algo de interessante que há na maioria dos contos de Jocir Prandi, é a mudança de mentalidade que os personagens sofrem, a ponto de alguns largarem tudo, para tentar um outro caminho para a felicidade.

Avallone Bello – escritor – RJ


Realmente, uma grande surpresa
Se eu fosse julgar este livro pela sua "cara", diria com a maior sinceridade que jamais o leria, pois o título e sua ilustração de capa me remetem aos famosos e terrivelmente previsíveis livros de auto-ajuda.
Mesmo assim, resolvi adquiri-lo, a título de curiosidade e a fim de prestigiar um novo talento em nossa literatura. E agora, depois que o li, desafio os leitores do Skoob a irem além, assim como eu, vencendo o preconceito inicial e conhecer, sem temores o "Inspiração à beira do abismo".
Trata-se de um excelente livro de contos de um autor iniciante dotado de grande potencial, que precisa ser urgentemente conhecido pelo grande público. Cada página lida foi uma surpresa agradável para mim. Jocir Prandi, se for realmente notado por mais leitores, terá um futuro grandioso pela frente.
A facilidade com que escreve, o lirismo, a simplicidade, a sensibilidade presente em suas palavras tiveram o poder de comover meu coração com seus contos.
Nunca julgue um livro pela capa. A melhor forma de avaliá-lo é notar, enquanto lê o quanto ele consegue prender a sua atenção e a quantidade e a intensidade de suas batidas cardíacas, pois é por meio delas que você descobrirá se um livro é bom ou não.
O livro de Jocir, volto a ressaltar, possui esse mérito. Cada palavra escrita, cada idéia, cada personagem, nos remete fundo ao mundo de nossas emoções mais humanas, às mais belas virtudes de nossas almas. Nosso coração facilmente se agita ao contato com suas páginas.
Recomendo com louvor a leitura desta obra.

Marcelo Abreu – escritor – AM

Muito bom!
Inspiração à beira do abismo foi para mim uma grata surpresa. Jocir Prandi esbanja talento e absoluto domínio da palavra, brindando-nos com contos deliciosos e personagens muito envolventes. Por vezes poético, outras bem humorado e algumas usando certa dramaticidade, mas na medida perfeita, explora com precisão e veracidade personagens e situações diversas, indo do dependente químico ao machista agressor, do suicida à mocinha romântica e insegura, sempre com muita habilidade na colocação das palavras. Explora minuciosamente sentimentos diversos, que podem estar ou já terem estado presentes na vida de qualquer um de nós: conflitos, dramas, inseguranças, dores, medos e fracassos, mostrando uma clara percepção às dores do mundo e, provando que por maiores que sejam essas dores, mesmo que estejamos à beira do abismo, há sempre a possibilidade de uma inspiração que nos leve a seguir um novo caminho em busca da tão almejada felicidade.

Loraine Pivatto – escritora – RS

Surpreso...
A leitura de contos nunca foi meu forte, mas fiquei realmente feliz e surpreso em ter esta primeira experiência com está obra sincera, muito bem escrita, com histórias emocionantes e cheias de sentimento que nos proporciona uma leitura prazerosa e melhor a cada conto.
Ao final de cada conto a realidade dos personagens nos leva a uma reflexão própria ou ainda a um ensinamento.
Gostei e recomendo.

Juninho – site No Mundo e nos Livros – RS

“Inspiração à Beira do Abismo” de Jocir Prandi.
Apesar do título, que, em minha opinião, denota uma certa melancolia, os contos contidos no livro “Inspiração à Beira do Abismo” do gaúcho Jocir Prandi não trata de tristezas, mesmo sendo ela a temática onipresente na obra; sempre junto, ou causadora, da depressão.
Não. O livro fala é de Esperança.
De Luzes em fins de túneis; de arrependimentos que engrandecem; de escolhas que fazem da vida algo aconchegante como uma capa gaúcha.
Com personagens pujantes, ora jovens/velhos, ora velhos/jovens (que reagem de forma antagônica às suas idades), mas que vibram com intensa humanidade, Jocir nos mostra que abismos existem, e que nos atraem, mas que cada um pode olhar para eles e, ao invés de se desesperar, inspirar-se.
Viver sempre vale a pena.
Dentro de um gênero difícil; pelo fato de parecer fácil; que é o conto, Jocir mostra grande competência ao lidar com a narrativa ágil que o gênero exige, sem se deixar enlamear pelo charco que é o clichê, terreno movediço que normalmente engole quem se aventura por ele. Com uma prosa recheada de regionalismos; “pinchar”, “bergamota”, “lancheria” e outras, que eu, como paranaense adorei; o autor nos mostra um Rio Grande do Sul ameno e melancólico que, como todas as outras regiões deste Brasil imensurável, está tão próximo e, ao mesmo tempo, tão distante. Obras como esta servem para nos mostrar que, não importa onde, vidas, por mais diferentes que possam parecer, na verdade são parecidas.
“Inspiração à Beira do Abismo” é leitura indicada a todos que apreciam uma boa prosa.

James Andrade – escritor – SP

Uma vitrine de sentimentos
A leitura dos contos criados por Jocir Prandi em Inspiração à Beira do Abismo foi uma das mais prazerosas que fiz nos últimos meses. Sua narrativa em prosa, por vezes poética, não apenas nos encanta, vai além, e em certos momentos tocam nossos corações.
Além da fluidez encontrada na narrativa bem escrita, em cada conto temos a satisfação de conhecer personagens cujas características conferem-lhes personalidades cativantes, que nos emocionam com suas intensas experiências de vida.
Os contos colocam-nos em contato com os mais variados sentimentos humanos, desde os mais angustiantes aos mais sublimes. Enchem-nos de esperanças, de ansiedades, absorvem-nos de tal forma que nos surpreendemos ao estar ali sofrendo junto com alguns de seus personagens.
Um conto em especial alcançou meu coração com profundidade, roubando-me lágrimas e me deixando em um inesperado estado de arrebatamento. Foi o conto “O passado em pauta”, cujo desfecho emocionante obriga-nos a refletir sobre como as coisas que nos cercam podem mudar tanto com o tempo.
Adorei o livro!

Roberto Laaf – escritor – RJ

MINHAS SINCERAS IMPRESSÕES
INSPIRAÇÃO À BEIRA DO ABISMO

Emoções, paixões, decepções, sofrimentos, êxtases, saudades, doces e amargas lembranças, estes são alguns dos sentimentos bem escritos e minuciosamente explorados nesse livro de contos. São doze histórias curtas e diretas, encantadoras, intrigantes e, muito, mas muito emocionantes!
Jocir Prandi, com sua habilidade literária, numa linguagem simples e em poucas páginas, foi capaz de desmistificar o conflito entre a essência do corpo e o interior da alma. Em poucas palavras, nos revelou que a alegria e a tristeza, se não cuidadas, poderão caminhar sempre lado a lado, porque são o Amor e suas dores, inquilinos de um mesmo corpo.
Tive a honra e o privilégio de conhecer o trabalho encantador de um brasileiro, que como tal, merece o nosso respeito e admiração.
Parabéns por sua obra!

Vanda Amorim – escritora – SP

São poucas obras fora do gênero policial que eu realmente gostei de ler.
INSPIRAÇÃO À BEIRA DO ABISMO é uma delas.
Pequenas e emocionantes histórias que retratam o dia-a-dia.
Destaques para os contos "SARJETA", "PASSADO EM PAUTA" E "NUNCA É TARDE PARA CHORAR".

Márcio Scheibler – escritor – RS

Contos emocionados e que emocionam
Relembrando as palavras do autor sobre os contos - (...)(se não emocionantes) emocionadas - é possível ler o livro inteiro de uma só vez sem haver cansaço, pois a narrativa é didática, as estórias envolventes e se interrelacionando, emocionando. Os detalhes, a ambientação, relembram os autores da época realista, não sendo algo que foge ao que existe nos dias de hoje. É possível que nos identifiquemos com algumas situações e paremos para refletir sobre elas. Para finalizar, acredito que o título da obra "inspiração à beira do abismo" já nos leva a refletir sobre nossos pontos cruciais de vida, assim como as personagens. Excelente livro, excelente autor, recomendo a todos que desejam material nacional e de qualidade. Parabéns Jocir! Esperando as próximas edições.

Érika Lourenço – site Skoob – RJ

3 comentários:

  1. Como é bom ver bons livros serem comentados, elogiados, indicados! Sucesso sempre.

    Axé.
    Lu Maria

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Lu.
    Seja sempre bem-vinda.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá, venho fazer um convite, para conhecer Derin e Shard – Contos de uma Andarilha, um novo universo fantástico, criado, escrito e ilustrado por Anerol Sevla, com aventura, romance, suspense e mistério. Uma série em capítulos, recentemente publicada no blog LugarDistante, acesse:

    http://lugar-distante.blogspot.com/search/label/Contos%20de%20uma%20Andarilha

    Essa faz parte de um pacote de novidades recentes no LugarDistante: http://lugar-distante.blogspot.com/

    Até a próxima!

    ResponderExcluir